Texto 04 - Invasões das nações européias no território brasileiro no Colonialismo

08/04/2012 18:46

Autores: Ana Clara, Beatriz, Bruna Zordan, Gustavo, Jorge Roberto, Júlia Ellen e Levy Turma: 9º E

    Durante muito tempo na época do período colonial, o Brasil era alvo de invasões constantes. O Rio de Janeiro era um dos principais estados a ser invadido. A França era o país que mais tentou devassar o nosso território, em suas colônias houve a França Antártida e a França Equinocial.

    A França desejava instalar um núcleo colonial, e o seu primeiro alvo foi o Rio de Janeiro. A França Antártica foi um empreendimento que contou com a participação dos huguenotes – que eram uma burguesia protestante – e o apoio de Henrique II, rei da França. Em novembro de 1555, uma expedição composta de católicos, protestantes e criminosos recrutados da prisão desembarcou na Baía de Guanabara, sob o comando de Villegaignon. Escolheram a ilha de Serigipe para sede da colônia (hoje chamada de Villegaignon) e com o apoio de índios, construíram o forte Coligny, porém Mem de Sá (líder das tropas portuguesas) conseguiu os expulsar de lá com o apoio dos índios tupiniquins e aproveitando-se das desavenças religiosas.

    Em 1612, novamente os franceses invadiram o Brasil. Desta vez o Maranhão, sob o comando de Daniel de Latouche, fundaram um povoamento chamado França Equinocial, onde construíram o forte São Luís, que deu origem à atual capital do Maranhão. Foram expulsos em 1615 por tropas comandadas por Jerônimo de Albuquerque e Alexandre Moura.

    Outro país que tentou invadir diversas vezes foi a Holanda. No ano de 1624 ocorreu a posse de Salvador, que durou um ano, e em 1630 eles tomam Pernambuco, controlando quase todo o Nordeste por 24 anos, tendo como principal objetivo a comercialização do açúcar.

    De todas as regiões nordestinas, a mais abastada do mundo no cultivo de açúcar era Pernambuco, e como o objetivo dos holandeses era o controle deste produto na Europa, Pernambuco foi um alvo importante durante as invasões holandesas.


Os holandeses pretendiam alcançar a região dos engenhos, porém, eles foram obstruídos pelas Milícias dos Descalços – guerrilheiros que tinham o intuito de fazer oposição às invasões.