Texto 06 - Rio de Janeiro: a capital do império português

14/04/2012 11:45

 

Alunos: Bruno, Eduardo, Luciano, Marlon, Matheus, Pedro e Wesley. Turma: 9º C 

 

  

    A mais fascinante cidade do Brasil é, de longe, a que mais concentra a história do país. O Rio de Janeiro tornou-se capital da colônia portuguesa em 1763. Em 1808, virou a sede de todo o império português, com a atropelada fuga da monarquia de Lisboa para o trópico. O Rio passou a ser a capital de um império que incluía Angola e Moçambique, na África; Goa, na Índia; Timor, Sudeste Asiático; e Macau, China. Só em 1960, com a fundação de Brasília, e com a paralela ascensão econômica e demográfica de São Paulo, que a Heróica Cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro começou a perder prestígio e poder. Mas o charme permaneceu. Pois de 1763 a 1960 foram construídos ali os mais importantes palácios, igrejas, museus, bibliotecas, fortalezas, aquedutos e estádios brasileiros.

    No Rio se lutou ferozmente com os franceses para decidir quem seria dono da colônia, ainda no século 16. Ali chegavam os escravos da África, o ouro das ricas "minas gerais". Ali Tiradentes foi enforcado. Ali passaram dona Maria 1ª, dita "a louca" e seu filho regente dom João 6º, além do filho e do neto deste, os dois imperadores Pedro de Orleans e Bragança. O Palácio do Itamaraty foi uma Antiga residência do conde com esse nome, projetado na metade do século 19, tornou-se a sede do Ministério das Relações Exteriores, para sempre vinculada ao seu mais importante titular, o barão do Rio Branco. Ainda estão ali a biblioteca e a mapoteca usadas pelo barão para consertar as fronteiras do país.Tem também o Paço Imperial,umufc casarão quase à beira-mar (hoje mais afastado da água) que era a sede do governo da colônia e, depois, tornou-se palácio para dom João 6º, seu filho e seu neto (que, no entanto, preferiam residir na mais espaçosa Quinta da Boa Vista).

    Ali funcionaram também o Tribunal da Relação (a principal instituição da Justiça da época) e a Casa da Moeda. A praça onde fica o palácio era conhecida como Terreiro do Paço, e Macedo comenta que os nomes mudavam constantemente. Ele nem poderia imaginar que a praça onde funcionou a sede do Império - cuja constituição ele tanto admirava - mudaria mais uma vez de nome, mais tarde, desta vez homenageando a República: praça 15 de Novembro. A praça 15, centro da cidade, é o coração do Rio antigo, que pertence a essa história recente de monarquia. Qual a importância da sétima janela para a história do país? Foi nela que apareceu o presidente do Senado da Câmara, José Clemente Pereira, em 9 de janeiro de 1822, para dar um recado do príncipe dom Pedro.

Fonte: http://www1.folha.uol.com.br/folha/sinapse/ult1063u175.shtml